Use a Força de Vontade para Transformar

Por que o mundo parece ter muitas pessoas que reclamam muito e poucas pessoas que “fazem as coisas acontecerem”? Será que isso é um fato ou apenas uma simples percepção desta pessoa que vos escreve?

Vocês, por exemplo, não têm um parente ou amigo que reclama demais? Reclama do emprego, do chefe, de que tem muito trabalho, que a comida não está boa, que ganha pouco, que os canais de TV só transmitem noticiários tendenciosos e que as diversas modalidades de investimento estão deixando-os mais pobres? Já pararam para pensar se vocês também não fazem parte também desse grupo de urubus? Além de reclamarem da vida todos os dias, será que vocês também não são pessoas que nunca terminam o que se propõem a fazer? E quando terminam parece que “foi feito nas coxas”? Um relatório entregue ao diretor da sua área com informações duvidosas, uma análise de investimento superficial, a elaboração de um orçamento financeiro feito direitinho no mês passado, mas que neste mês parou de atualizar as informações logo na primeira semana?

Se vocês se identificaram com todas (ou quase todas) essas situações isso pode significar que se tornaram pessoas medíocres, que não realizam os seus projetos e que não crescem na vida por falta de força de vontade. Alguns de vocês vão me criticar por lhe chamarem de medíocres, mas infelizmente, é a mais pura verdade. Olhar para si mesmo, refletir e aceitar essa verdade é um excelente exercício de humildade e autoconhecimento. Digo isso porque também já fui medíocre. Quantos projetos não parei na metade porque escolhi ir para a balada ou assistir TV na comodidade do meu sofá? Quantos investimentos fiz e perdi dinheiro por não me dedicar a estudar um pouco mais como eles funcionam, por pura preguiça? Quantas oportunidades para aumentar a minha renda eu perdi por pensar que eu não era capaz de aprender e executar tais trabalhos? Tudo isso é mindset. Eu recomendo a leitura do livro “Mindset – A Nova Psicologia do Sucesso” de Carol S. Dweck. É um livro revolucionário, esclarecedor e transformador. De forma bastante resumida, ela demonstra que nós, seres humanos, possuímos dois tipos de mindset: um fixo e um de crescimento. O primeiro é aquele que nos paralisa ou que nos gera um sentimento de inferioridade. Exemplos desse tipo de crença: “Fulano conseguiu ficar rico porque seus pais eram milionários. Eu que nasci pobre jamais vou conseguir ser rico.” ou “eu tenho muito dinheiro, para que vou me preocupar em investir? Quero mais é curtir a vida como se não houvesse amanhã.”. Já o segundo tipo de mindset é aquele que nos impulsiona para frente para realizar os nossos sonhos, com postura e comportamento positivos. Exemplos desse tipo de crença: “Eu não entendo nada sobre como investir em ações, mas sei que se eu me esforçar posso aprender e a começar a formar o meu patrimônio.” ou “sei que não ganho muito, mas estou realizando um brainstorming mental para encontrar várias formas de aumentar a minha renda.”

Neste movimento de mindset de crescimento, Paramhansa Yogananda disse uma vez que nós temos que exercitar a nossa força de vontade fazendo coisas simples, terminando-as e depois começar a fazer coisas um pouco mais difíceis com todas as nossas forças. É extremamente necessário ajustarmos a nossa mente. Precisamos conhecer e agregar dentro de nós as atitudes de grandes homens de sucesso: Sílvio Santos, Carlos Wizard, Roberto Vascon, Wall Disney, Airton Senna, São Francisco de Assis, Warren Buffet e tantos outros empreendedores que souberam aplicar essa força de vontade para realizarem obras e sonhos. Imaginem vocês se esses homens resolvessem desistir no primeiro obstáculo e passassem seus dias reclamando da vida? Posso assegurar que não seriam reconhecidos e nem seriam citados neste artigo. Seriam pessoas medíocres.

Então, chegou a hora de agir. Parem tudo o que estiverem fazendo e que não agrega valor em suas vidas. Na dimensão financeira, parem de contrair dívidas e comecem a formar patrimônio. Na dimensão saúde, parem de comer alimentos que vão lhes trazer doenças e escolham alimentos saudáveis. Na dimensão espiritual, busquem o crescimento pessoal por meio da meditação diária e procurem não criticar, nem fazer mal à vida dos outros. Na dimensão profissional assumam a responsabilidade de se aperfeiçoarem continuamente. Escolham qual são os seus propósitos nesta linda e breve jornada e usem a força de vontade que existe dentro de vocês para melhorar tudo o que estiver ao redor, com sorriso no rosto e dizendo palavras inspiradoras para as outras pessoas.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s