Como eu consegui gastar menos do que eu ganho?

     Em uma conversa com um amigo, ele me questionou como eu conseguia gastar menos do que eu ganhava, pois para ele essa era uma prática muito difícil.

     Isso me fez lembrar do meu passado. Penso que tudo começou vendo os meus pais, ainda criança, trabalhando muito e ainda assim vivendo com pouco dinheiro. Fora as preocupações no domingo à noite em suas conversas sobre os cheques que seriam compensados no dia seguinte, na segunda-feira. Essas cenas foram marcantes para mim e não queria que elas se repetissem na minha vida.

     Outra coisa que veio à minha mente foi a imagem dos pais dos meus amigos, pois eles trabalhavam trajados de roupas sociais, não iam trabalhar de ônibus e sim com seus próprios carros e suas casas eram bem decoradas. Eu via tudo aquilo e também queria para mim quando eu crescesse. Mas, sempre eles reclamavam que nunca sobrava dinheiro. Presenciei alguns deles devolvendo seus carros novos porque não tinham mais condições de pagarem seus financiamentos. Para isto eu disse à mim mesmo que não passaria por isso em minha vida.

     Aos 16 anos de idade, eu tinha um amigo bem mais velho do que eu que vivia uma vida bastante simples, mas sempre estava estudando e investindo seu dinheiro. Ele me incentivou muito a estudar e a agarrar as oportunidades da vida. Ele foi um exemplo para mim, pois era muito inteligente e humilde. Neste mesmo tempo, tive acesso à um pequeno livro chamado “O dinheiro é meu amigo”. Até hoje eu o tenho na minha biblioteca e esse livro abriu a minha mente para o empreendedorismo e para guardar dinheiro para uma reserva de emergência e para realizar sonhos.

     Claro que existem outros episódios em minha vida que me ensinaram a gastar menos do que ganho, mas para mim o ponto fundamental foi viver um vida simples dentro de um padrão de vida condizente com o que eu ganhava, a prática do consumo consciente e procurar pagar sempre à vista com desconto. Também foi elaborar à mão, num pequeno caderno, um orçamento financeiro onde eu escrevia o que entrou de receita (no meu caso o salário), separar 10% do meu salário para montar a minha reserva de emergência e em seguida só gastar o que realmente sobrava, nada mais que isso e sem precisar emprestar dinheiro do banco. Isso significou, independente do salário que eu ganhava, viver com menos do que eu ganhava. Guardar dinheiro antes de começar a pagar as contas foi fundamental para eu montar uma reserva de emergência para algum momento ruim da vida, pois no futuro nunca saberemos quando perderemos o emprego ou quando sofreremos de uma doença que exija um custo enorme com cirurgia.

     Assim, respondendo a pergunta inicial do meu amigo, foi desta forma que moldei o meu mindset para viver a minha vida gastando menos do que eu ganho. Afinal, dinheiro não é capim e nem cai do céu para sair gastando com um monte de coisas supérfluas. O meu dinheiro e o meu bolso merecem todo o respeito.

Resumindo:

1) Gaste menos do que você ganha.

2) Assim que receber o seu salário ou pró-labore, já guarde 10% para a sua reserva de emergência.

3) Depois que guardou para a reserva de emergência, viva apenas com os 90% que sobrou.

4) Um pensamento novo aqui: como sempre temos imprevistos, viva apenas com 80% do que sobrou, pois é bastante provável que os outros 10% sejam gastos com esses imprevistos.

5) Mantenha um padrão de vida condizente com o que você ganha e pratique o consumo consciente.

6) Procure pagar à vista e pedir desconto.

7) Faça um orçamento financeiro e controle bem o seu dinheiro.

Um comentário em “Como eu consegui gastar menos do que eu ganho?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s